Manifesto de lançamento

Esse espaço nasceu da união de várias pessoas que têm como objetivo comum divulgar a vida e obra do ícone cantagalense Euclydes da Cunha, o grande autor de “Os sertões”. A obra de Euclydes desbravou a literatura brasileira fazendo das letras arma contra injustiças, lentes que permitiram emergir o Brasil profundo para o conhecimento de  todos. Essa escrita vai influenciar  intelectuais do mundo todo, vai criar linhas de pesquisa no Brasil e fora dele, vai inspirar artistas, escritores no mundo todo. Tal obra precisa ser conhecida e  divulgada de forma a gerar reflexões que ela possa ensejar na contemporaneidade, acolhendo todas as suas contradições e datamentos.

A obra de Euclydes da Cunha está disponível a todos leitores de  língua portuguesa pois são de domínio público, e constitui objetivo primeiro desse espaço levar a obra euclidiana a todos os lugares, inclusive na sala de aula, aproximando professores do universo euclidiano. Para tanto, será imprescindível uma parceria contínua com a rede de ensino pública e privada e com a sociedade de modo geral, de forma a criarem-se pontes entre a obra e a vida das pessoas.

Conhecer tal obra implica também conhecer o que se produz sobre ela e também a arte que ela inspirou e continua a inspirar. Conhecer mais sobre Euclydes pressupõe ver o que se produz sobre ele. Eis aqui outro objetivo: estudar e  difundir a produção acadêmica e artística sobre Euclydes da Cunha e sua obra sob todos os aspectos e pontos de vista. Nesse ponto, a parceria contínua com universidades públicas e privadas será muito importante, seja na continuidade de projetos consolidados, seja na criação de novas ações.

Cantagalo ao longo da história sempre mostrou grande reverência ao seu filho mais ilustre, promoveu eventos como as Semanas Euclidianas organizadas pela poeta e professora Amélia Thomás,  eventos organizados pelo Grêmio Literário, Artístico e Recreativo Euclydes da Cunha. Atualmente há coletivos euclidianos como o Grêmio Euclidiano de Atividades Culturais e a Juventude Euclidiana, há o projeto Fórum Euclides, desenvolvido na UFRJ, temos o ponto de cultura Os serões do seu Euclides, o projeto dos Escritos Euclidianos, entre outras ações específicas. Como vê-se, temos diferentes frentes, cada qual com a sua forma autônoma e independente de atuação, todos envolvidos em torno da obra de Euclydes da Cunha, unidos por este espaço.   Fazer o registro de ações e eventos, divulgar e incentivar a participação da sociedade, contribuir para criação de uma agenda euclidiana no Município de Cantagalo é também objetivo desse espaço.

O Município de Cantagalo tem uma cultura riquíssima em várias frentes. É também objetivo deste espaço difundir essas manifestações culturais, divulgar a arte e os artistas de Cantagalo, criando esse ponto de encontro que permita também discutir a Cultura pela sociedade, propor ações, participar de iniciativas, cobrar ações que fortaleçam os projetos euclidianos em Cantagalo e contribua na produção cultural da terra de Euclydes da Cunha.

Esse espaço também terá papel na luta pelo permanente funcionamento da Casa de Euclides da Cunha, importante aparato cultural de toda a região, que sazonalmente sofre interrupções em seu funcionamento, sendo o atual fechamento de mais de 6 anos . Buscando sempre contribuir, lutaremos cobrando das autoridades competentes para que a casa funcione ininterruptamente, seja atualizada e seja cada vez mais integrada à sociedade. Além disso, o espaço abrigará, enquanto coletivo social, lutas e ações que visem ao desenvolvimento da cultura no município.

O que é, então,  o Movimento Euclidiano de Cantagalo? É um espaço de encontro, plural, que reúne interessados na obra euclidiana de Cantagalo e de outras cidades, que atuam isoladamente ou organizados em coletivos euclidianos do município ou projetos de outras partes do país, interessados na vida e obra de Euclydes e na cultura cantagalense. Não é um grupo. É um espaço de encontro aberto a todos que desejarem engrossar as fileiras do euclidianismo e da cultura do município. Cantagalenses em qualquer canto do planeta  estão convocados a participarem destas ações para que os objetivos colocados neste manifesto sejam alcançados.  O que move o esse movimento? A obra euclidiana. Essa obra  inquietante, atual, que nos deixa  o seguinte chamado:

Estamos condenados à civilização. Ou progredimos, ou desaparecemos

Euclydes da Cunha em “Os sertões”

Avancemos.

Saudações  euclidianas.

Posted in Sem categoria.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.